Reflecções

Reflecções

Para reflectir... enquanto cá andamos!

NINGUÉM É DONO DA VERDADE ABSOLUTA

Cada um de nós é dono de verdades, cada um de nós é dono da sua verdade.

A verdade é algo que se vai construindo ao longo do tempo, tendo em conta várias premissas.

- Desde logo, duas testemunhas oculares apresentarão uma versão diferente dos factos, tendo em conta o seu ângulo de visão, o posicionamento, a capacidade de leitura, a perspectiva, a distância, intuição, sons…

- A capacidade de absorção ou retenção de determinada verdade, terá ainda em conta o grau de instrução, cultura, educação.

- A proximidade em termos religiosos, políticos, clubísticos, de vizinhança, familiar, são ainda factores que nos induzem, porventura inconscientemente, a ver e ter actitudes díspares em relação ao nosso próximo.

- Não esqueçamos o companheirismo e amizades feitas ao longo da vida desde o berço, que, queiramos ou não, alteram ou manipulam a perspectiva com que vemos ou analisamos os factos.

NINGUÉM É DONO DA VERDADE ABSOLUTA

Tendo em consideração o que atrás fica dito, sempre que me for demonstrado que estou ou estarei errado nas minhas apreciações pessoais, não exitarei em me retractar publicamente com a frontalidade que me é peculiar.

 

* PORTUGAL versus crise - I e II

Mais chefes do que índios

Biografia de Salazar

* Algumas das Obras do Estado Novo

* Estátua de Sal

* Natal das crianças na Gabela

Conterrâneos

* Carta aberta a todos os Gabelenses

* Corrupção - texto de José Gomes Ferreira